Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gorda sim, mas com Humor!

Sou uma Ex-Obesa Morbida e criei este blog apenas para que a minha experiencia possa ajudar e esclarecer quem tambem sofre desta doença

Problemas Associados...

Hoje achei melhor falar sobre algo que a todos preocupa...Os Problemas associados!
Antes demais terão que ter em atenção que as cirúrgias bariátricas não modificam a vontade de comer determinados alimentos, e tão pouco de comer nas quantidades a que estamos habituados.
As cirurgias são apenas uma das etapas importantes, mas não a essência do tratamento da obesidade, a rigorosa seleção dos alimentos e o acompanhamento por equipa médica é indispensável para o sucesso do tratamento.


No Bypass Gástrico: as complicações pós-operatórias poderão estar relacionadas com a terapêutica nutricional, e acontece quando não se está suficientemente disciplinado nas regras de alimentação.
Ao tentar "enganar" todo o preparo pré-operatório do nutricionista, não cumprindo as técnicas por ele apresentadas, resultará em vómitos frequentes, obstrução esôfago-gástrico com pedaço de alimentos, que causa desconforto e um emagrecimento acompanhado de carências nutricionais.
Outro problema associado é que como o alimento não é bem absorvido, o paciente pode desenvolver carência de vitaminas e sais minerais, o que o faz que tenha de tomar suplementos vitamínicos.
A ingestão de alimentos muito doces pode provocar mal-estar, caracterizado por sudorese e taquicardia.
Depois desta cirurgia,que é irreversivel, torna-se inacessivel o estômago e o duodeno à investigação diagnóstica
Há um risco de morte de cerca de 1,5% (causada, por exemplo, pela abertura dos agrafos e espalhamento do conteúdo intestinal, com conseqüente septicemia).


A Banda Gastrica não apresenta bons resultados entre as pessoas que gostam muito de doces e/ou de bebidas alcoólicas,pois as pessoas que não conseguem modificar o seu padrão alimentar passam por cima dos possíveis benefícios da colocação da banda por exemplo: (Uma pessoa que tome uma chávena de leite condensado ou uma dose de whisky, estará a ingerir muitas calorias, apesar de ser um pequeno volume de alimento).
Esta cirurgia resulta numa menor perda de peso, e por isso exige a realização de uma dieta hipocalórica ou de um aumento da actividade física.
Esta cirurgia reversivel tem o risco duma qualquer outra cirurgia de grande porte ( < 0,5 % ), mas existe e deve ser considerado, principalmente porque o obeso, normalmente, já possui alterações respiratórias, circulatórias e cardíacas.

ATENÇÃO
É necessário que todas as pessoas que pretendam submeter-se ao tratamento cirúrgico devem estar cientes dos riscos e consequências que correm quando sofrem de uma intervenção deste porte.

 

sorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gif

 

Ora aqui tou eu de novo!!

Quanto á cirurgia está tudo a correr maravilhosamente...

A dieta...sinceramente, julguei que iria ser mais penosa...colher em predominancia.gif

Mas para quem goste de leite, iogurtes e sopa não custa esta dieta liquida onde a colher tem predominância.

112kg.jpg
Mas já passou 1 mês que fui operada, (como o tempo passa!) e o balanço, é muito positivo porque a balança assim o diz sorriso 112Kg!


Apartir deste mês de Dezembro talheres_dancando.gif já poderei começar com uma alimentação mais sólida (cremes, purés,picados, sopas cremosas e alguma fruta cozida e assada), finalmente poderei dar uso a ambos os talheres...

 

 

sorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gif

 

Estão por aí a chegar umas surpresas para este blog...e uma delas será uma página que quero criar dentro do blog com ...testemunhos!

 

 

Testemunhos para quem fez cirurgia (bypass, banda ou outra) onde falem da vossa experiencia e vivencia com a obesidade/cirurgia.Podendo colocar ou não fotos.

Testemunho para quem aguarda pela cirurgia onde falem da vossa angustia, medos, duvidas ect..

Testemunho para quem não fez, mas procura ajuda onde falem da vossa luta em conseguir lidar com a obesidade

Testemunho para quem conseguiu emagrecer com dietas ou ginastica (Meus Parabens!) onde contem a vossa luta com a obesidade e a balança

Ou seja, todos podem dar o seu testemunho!! O meu intuito ao fazer esta página de testemunhos ...é apenas desejar que com ela possa ajudar mais pessoas, visto que apenas posso transmitir a minha vivência com a cirúrgia do Bypass Gástrico.

Assim convido-vos a participar e a dar o vosso testemunho sobre o vosso relacionamento com a obesidade.

O envio de fotos não é obrigatório. Se quiserem participar enviem o vosso testemunho para gmaria38@sapo.pt

Como escolher a operação certa?

Eis uma questão que me colocam e á qual eu vou tentar ajudar esclarecendo o melhor que sei e posso, e para isso não poderemos esquecer que existem riscos e consequências...

Mas primeiro optei por elaborar, com pequenos tópicos,sobre quem melhor se adequa a cada uma das cirúrgias.

 

Banda Gástrica combina com:


- Homens , Adolescentes e Idosos

- Comedores de "volume"

- Pacientes de alto risco

- Expectativas de perder peso moderadamente

- Pessoas disciplinadas e que tenham o sentido de compromisso com todas as regras

 

Bypass Gástrico combina com:


- Mulheres

- Comedores de doces

- Para pessoas que tenham comportamento alimentar compulsivo

- Pacientes de risco moderado ou baixo - Expectativas de perder peso muito rapidamente

- Compromisso moderado ou baixo do paciente com a cirúrgia (pessoas que não sejam tão disciplinadas)

 

Agora a questão sobre os Riscos e consequências desta cirúrgia.

Bem, começando pelos riscos...

É bom que tenham em atenção que falamos de uma cirúrgia mini-invasiva (laparoscopia), em que se consegue executar as operações por pequenos orificios e devido á pequena dimensão dos tubos, as lesões (cortes) provocadas são muito pequenas e daí que sejam operações que provocam pouca dor e permitem uma recuperação rápida, no entanto não deixam de ser operações e a elas associa-se sempre um risco que, apesar de muito baixo, não se pode deixar de considerar.

 

Agora passamos ás Consequências...

Obviamente que a maior consequência quer da Banda Gástrica quer do Bypass Gástrico será o emagrecimento.

Mas...e porque tudo na vida tem um "mas"... surgem depois algumas contrapartidas que não serão tão agradaveis, mas que na minha opinião temos que saber que existem para assim nos prepararmo-nos e não entrarmos em choque quando as situações começarem a surjir....

 

A consequência mais conhecida de todos são as peles...

Pois é!... Era bom emagrecer e ficar tudo rijinho no seu devido lugar ... mas para que isso aconteça só há uma forma : Ginástica! Ginástica e mais Ginástica!

Depois temos outra consequência: os vómitos que surgem sempre que não se mastiga bem os alimentos.Terá que se ter em atenção que se deve mastigar pequenas quantidades e muito devagar.

 

Á medida que vamos emagrecendo toda a nossa pele ficará exageradamente seca, chegando até a "escamar", mas para que isso não aconteça, existem ínumeros cremes que terá que se colocar no corpo diáriamente.

 

Por fim, a consequência talvez menos falada... a Queda de Cabelo...

Terá que se ter consciência que no primeiro ano depois da cirurgia haverá uma queda de cabelo significativa devido ao emagrecimento demasiado rápido.

No entanto não é para desesperarem, porque tudo tem solução, aconcelho que se faça um tratamento contra a queda de cabelo logo após a cirúrgia.

 

sorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gif

cirurgia.gif E chegou o dia "R" (Renascer), serei internada amanhã e operada na terça-feira dia 31 de Outubro.

Ao contrário do que imaginava, estou bastante calma e tranquila e principalmente segura de que é isto que quero!

Estarei de volta dentro de 5 dias, e prometo trazer testemunhos desta vez na 1ª pessoa.

Um beijo para todos os que vêm espreitar este cantinho...

 

sorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gif

Agora para desanuviar...

 

Hoje vou apenas colocar o vídeo que poderia servir para um spot publicitário para este blog...

 

Riscos e Consequências*

O obeso mórbido, como o próprio nome indica, (e que nome mais feio para daremsorriso.gif) apresenta doenças inerentes á sua obesidade (apneia de sono, hipertensão arterial, diabetes, varizes, doenças articulares, aumento de colestrol, AVC, insuficiência respiratória e cardíaca, entre outras... etc.), e é por isso sempre muito minucioso todo o processo de exames no pré-operatório.

 

Mas o risco estará presente independentemente de todos os exames e isso é algo que não podemos deixar de considerar. Esta cirurgia tem o mesmo risco de vida que outra qualquer cirurgia. No entanto uma cirurgia para tratamento da obesidade mórbida , deve ser bem ponderada com todos os seus riscos , consequências e complicações .
Existem complicações menos comuns como é o caso de insuficiência respiratória, infarto do miocárdio, insuficiência renal, complicações com a anestesia ect..

 

Mas existe também complicações e riscos mais comuns são elas :
As Fistulas que é a abertura de um ponto nas suturas do estômago ou intestino, levando á saida de liquidos para a cavidade abdominal, causando peritonite e septicemia ( infecção generalizada).
É por esta razão que é colocado um dreno para assim ser diagnosticada rapidamente. Em caso mais extremo poderá levar o obeso a ter que se sujeitar a uma nova cirurgia, para reparar esta abertura.

 

A Embolia pulmunar é o desenvolvimento de coágulos nas veias dos membros inferiores, que ficaram parados muito tempo durante a cirurgia.Esses coágulos podem causar a morte se forem levados pela corrente sanguínea até ao pulmão, que é como se fosse um entupimento de uma ou várias artérias que irrigam o pulmão.

 

Além dos riscos da cirúrgia existem algumas consequências da mesma , no caso do Bypass Gástrico, pode levar a um risco de deficiências nutricionais, porque o alimento não passará mais pelo duodeno, que é a primeira parte do intestino, onde a maior parte do ferro e cálcio são absorvidos.
Algumas pessoas que são submetidas a este tipo de cirurgia desenvolvem posteriormente deficiências nutricionais como anemia, osteoporose...
Estas deficiências podem ser evitadas se as vitaminas e minerais forem ingeridos adequadamente para cada caso.

 

Outra consequência comum são os vómitos. Eles são causados quando o estômago que agora é mais pequeno fica excessivamente cheio principalmente por alimentos mal mastigados.

 

Ocorre tambem um maior risco de desenvolver pedras na vesícula devido a perda rapida e substâncial de peso.

 

É de ter em atenção que falamos de cirúrgias mini-invasiva (laparóscopia), em que se consegue executar as operações por pequenos orificios e devido á pequena dimensão dos tubos, as lesões (cortes) provocadas são muito pequenas e daí que sejam operações que provocam pouca dor e permitem uma recuperação rápida, no entanto não deixam de ser operações associadas a um risco e não se pode deixar de considerar.

 

Tenham em conta que cada pessoa é uma pessoa e que cada organismo é único e pode responder de maneiras diversas a intervenção cirurgica sem nunca esquecer que para além das reacções organicas, tambem existe os efeitos psiquicos e emocionais.