Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gorda sim, mas com Humor!

Sou uma Ex-Obesa Morbida e criei este blog apenas para que a minha experiencia possa ajudar e esclarecer quem tambem sofre desta doença

O Preconceito

Que existe Preconceito e Discriminação para com o obeso, já aqui falei e é algo assumido!

 

Agora o que não é assumido, é o preconceito que o obeso tem para consigo próprio.

 

É sempre dificil assumir um problema e falar sobre ele, admitindo que se precisa de ajuda. Mas quando se assume... é meio caminho andado para ser ajudado!

 

Embora a obesidade seja algo que não se consegue esconder, e que está á vista de todos, já a solução da mesma (nomeadamente a cirurgia bariátrica), é algo que por motivos sociais ou culturais é muitas vezes ocultada.

 

Somos considerados fracos e até meio loucos, para nos submetermos a algo tão radical, e por isso muitas vezes é feita a escolha de não admitir e esconder, que se fez algo para melhorar a nossa saúde e melhorarmos a nossa qualidade de vida.

 

Em ambos os sexos denoto este receio de aceitação por parte dos outros.


O receio de não ser aceite por ser obeso, e depois em não ser aceite pela solução escolhida para deixar de o ser.

 

espelho_Men.jpgFico admirada por verificar a dificuldade que o considerado "sexo forte" tem de admitir que é obeso e ainda mais de admitir que fez uma cirurgia de obesidade.


O homem raramente diz que fez a cirurgia e quando começa o emagrecimento, esconde-se muitas vezes por detrás da justificação "-Comecei a fazer Ginásio!"


(Ainda bem que há excepções!)

 

 

Não tenham medo de assumir o que são, nem receio de admitir a vossa opção para melhorar!
Ser obeso não é crime!


E se o fosse ...até um criminoso tem direito a uma segunda oportunidade para recomeçar de novo!.sorriso.gif

 

 

sorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gif

 

 

Um pouco em sequência do assunto "preconceito", gostaria que lessem este mail que recebi ...

 

Me chamo Fernanda, sou brasileira e tenho 21 anos.Tenho peso normal 1,65 m 59 kg,porém devido a ditadura da magreza estava me achando muito gorda, chorando compulsivamente e achando que jamais acharia alguém que pudesse gostar de mim assim.

 

Aí no auge da minha crise saí a procura de sites sobre pessoas acima do peso e foi assim que encontrei esse blog. Quando conheci o mundo de vocês descobri que a ditadura da magreza é algo ridículo e que não existe motivo de eu ter vergonha de mim.

 

Vocês são incríveis, bem resolvidas, felizes e vi que muitas de vocês namoram ou são casadas. Espero um dia ter a sorte de vocês, acho que o meu grande problema não são os homens e sim minha cabeça.

 

Sei que pode parecer estranho uma garota de peso normal dar depoimento,mas vim aqui agradecer a vocês, agradecer por vocês me fazerem ver que pra ser bonita não é necessário ter 10 kg a baixo da sua altura.

 

Aqui descobri que a felicidade esta na cabeça.

 

Espero que um dia descubra que não sou gorda, que o mundo que esta errado e que posso ser atraente mesmo não tendo corpo de modelo.

 

Resolvi dar meu depoimento porque tenho certeza que assim como eu muitas meninas passam por isso e muitas devem visitar seu blog.Vejo isso positivo porque antes vir ao seu blog do que ir a blogs pró anorexia, já fiz isso hoje vejo que é loucura.

 

Continuem felizes ou buscando a felicidade,continuem se amando,liguem para a saúde de vocês e não para que os outros pensam. Sejam sempre exemplos, divulguem suas histórias mostrem que ser realizada não é ser magra.

 

Graças a vocês me sinto mais feliz.

 

Mas revoltada com a mídia que impõem padrões muitas vezes inatingíveis."

 


Posto isto, digam-me:
Valerá a pena ter preconceito e esconder algo que pode ser positivo ao ajudar outras pessoas???

 

sorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gif

 

Temos novos testemunhos...[22] [23] [24][25] [26] [27] [28] passem por lá!

Hernia do Hiato

Hoje vou falar da hernia do hiato...

Muitas vezes quando se recebe o resultado do raio X, ele revela com clareza a presença duma hérnia do hiato, (embora ás vezes, o médico tenha de pressionar o abdómen com força para que uma hérnia do hiato por deslizamento se torne bem evidente.)

Algumas pessoas desconhecem que a têm, pois não apresentam sintomas ou problemas associados.

Mas nem todos têm essa sorte! E normalmente ela é diagnosticada após várias crises de azia e má digestão, resultantes do refluxo de ácido do estômago para o esôfago e garganta.

Em circunstâncias normais, o hiato é uma pequena abertura no diafragma, na junção do esôfago com o estômago.

A hérnia de hiato desenvolve-se quando a abertura se alarga e permite que a parte superior do estômago se projecte para cima.

Algumas hérnias de hiato são congênitas, no entanto a maioria desenvolve-se ao longo da vida, à medida que a abertura do hiato vai se alargando, geralmente como resultado de gravidez, ganho excessivo de peso e situações em que o estômago sofre pressões geradas pelo diafragma suficientes para forçar o conteúdo gástrico ácido para cima, em direção ao esôfago.

Mesmo quando os sintomas se desenvolvem, o problema não é considerado grave.

Há todavia, excecções em que a frequente exposição aos ácidos do estômago causa danos graves ao esôfago.

 

hernia do hiato.gif

Existem dois tipos de hernia de hiato, paraesofágica e hernia de hiato por deslisamento.

No caso de uma hérnia do hiato por deslisamento, a ligação entre o esófago e o estômago e também uma porção deste, que normalmente estão por baixo do diafragma, protraem para cima dele.

Uma hérnia do hiato paraesofágica, normalmente não causa sintomas. No entanto, pode ficar presa ou comprimida pelo diafragma e não lhe chegar sangue suficiente, acontecendo o que lhe chamam de estrangulamento, para evitar poderá ser feita a cirurgia para corrigir.

Em ambos os casos, é necessário a intervenção cirúrgica, que hoje em dia é feita por laparóscopia, e que no caso das cirurgia de obesidade pode-se corrigir na mesma altura.

 

sorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gif

 

Já uma vez, aqui falei das pessoas que este blog me tem dado a conhecer...

Hoje vou falar-vos da Andreia...


A Andreia foi mais uma adolescente que me contactou para ajuda num trabalho de escola.

Ela estuda na Escola Secundária da Moita e foi-lhe destinado um trabalho sobre "O Conceito da Imagem na Sociedade".


Eis um tema que julgei ser dificil de tratar para uma jovem que nunca sentiu no seu corpinho de sereia, o excesso de gordurinha...(e que te mantenhas sempre assim!)


Mas confesso que fiquei sensibilizada ao ler o seu trabalho e ver na sua conclusão o seguinte:...


"Ao realizar este trabalho, entendi que a obesidade é hoje em dia uma doença grave e bastante problemática para a saúde humana.

Percebi que, entre tanta discriminação e preconceito, é muito difícil manter uma auto-imagem positiva, sem depressão e outras perturbações.

A maioria de nós, sabe que o obeso é alvo de preconceitos e discriminação, mas poucos percebem até onde isto chega. A discriminação contra pessoas obesas é tão generalizada... quanto o preconceito."


É bom saber que há jovens que nos compreendem, não é?

 

sorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gif


Estamos em época festiva...época de doces, muito coelhos de chocolates...amêndoas de chocolate...Folares...enfim,só tentações...

Mas diz a tradição que nesta época os Padrinhos deverão dar uma oferenda ao seu afilhado/a...

Pois bem, os mais atentos já se devem ter percebido que este blog tem-me dado a oportunidade (e orgulho) de "apadrinhar" alguns gordinhos/as.

A todos eles, quero deixar uma mensagem de força e principalmente que não esqueçam a primeira condição: " NUNCA DESISTIR!"...


Decidi então dar uma prendinha...e como não posso dar amêndoas, nem ovos de chocolate, porque vocês estão em preparação...aqui está uma foto da "madrinha" e saberem como sou..


E não desanimem porque o/a próximo/a serão vocês!!

antes e depois maria.JPG

A quem não apadrinho, desejo a todos uma Santa Páscoa e... vinguem-se nas amêndoas!
Temos novos testemunhos...[19] [20] [21] passem por lá!