Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gorda sim, mas com Humor!

Sou uma Ex-Obesa Morbida e criei este blog apenas para que a minha experiencia possa ajudar e esclarecer quem tambem sofre desta doença

A Ansiedade

Hoje vou falar sobre a "ansiedade" que é geralmente utilizada para descrever estados de preocupação e nervosismo que são vivenciados por todos nós.


Ter ansiedade de tempos a tempos não é mau,muito pelo contrário, pois possibilita que uma pessoa se prepare para enfrentar certas situações e reaja a elas de forma adequada.No entanto, quando a ansiedade se torna muito frequente e intensa, ela pode acabar por atrapalhar todo o funcionamento do nosso corpo.

 

Ou seja, pode-se dizer que a ansiedade, em intensidade adequada, não é um problema e, sim, uma reação normal do organismo. No entanto, quando passa a prejudicar o nosso dia a dia, ela deve ser contida e tratada por um profissional.

 

No caso de todo o processo pré-operatório das cirurgias bariátricas a "ansiedade" está muito ligada a "expectativa"...
A expectativa é o que pensamos que deve acontecer como resultado do que fazemos, dizemos ou planejamos.exame ao estomago.gifE a expectativa de todo um processo de pré-operatório é muito alto, e a decepção é inevitável quando as coisas não saem como planejamos.


Quando somos frustrados nas nossas expectativas, os nossos medos mais secretos surjem... como o medo de não ser chamado para operar, o medo de ter dor, o medo de não conseguir fazer a dieta depois da cirurgia,a sensação de que nunca mais chega a nossa vez de operar, o medo que tenhamos algo nos exames que impeça a cirurgia, são alguns dos pensamentos que tomam conta da nossa mente.

 

Controlar a ansiedade que nos leva, muitas das vezes a comer mais,e consequentemente a engordar mais, tornando-se assim um ciclo vicioso...é dificil, mas não é impossivel!enfardadeira.gif
Tentem não pensar no objectivo final durante todo o processo do pré-operatório, ou seja a cirurgia, porque apenas irá criar mais ansiedade.

Coloquem como objectivo algo mais curto...a próxima consulta, a dieta do pré-operatório, o exame que ainda falta fazer... ou seja, funcionem por etapas e verão que se consegue controlar melhor o estado de ansiedade.

 

 

sorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gif

 

 

Quanto a mim...Mais uma etapa alcançada...sai_pra_la.jpg
Perdi o 3º digito!
Estou com 95 quilinhos!
Toda a minha vida decorre dentro da normalidade, e acreditem que só me lembro que fui sujeita a esta cirurgia quando falo dela, ou no momento da refeição...

Agora gostaria de deixar uma pergunta no ar...(apesar de já saber a resposta)

Existem homens a ler o meu blog?

Avaliação Nutricional*

Todos nós devemos estar consciencializados quanto às mudanças alimentares na nossa vida depois da cirurgia bariátrica .
Para que o procedimento se torne um sucesso duradouro é fundamental o acompanhamento nutricional no pré –operatório e pós-operatório, e que ele seja adquirido para o resto das nossas vidas.
O objectivo do acompanhamento nutricional é buscar o bem estar físico e emocional, através da selecção dos alimentos que contenham os nutrientes adequados, e que atendam às necessidades de cada um de nós para que a rápida perda de peso não leve à desnutrição.

 

O aconselhamento nutricional no período pré–operatório é uma forma de nos preparar para o sucesso no pós-operatório. Ele tem como objectivo promover a perda de peso inicial, reforçando a nossa percepção de que a perda de peso é possível (apesar de nós os obesos, considerarmos que nos pedem metas inalcançáveis), identificando os erros e transtornos alimentares, mostrando-nos assim expectativas reais de perda de peso, preparando-nos para a alimentação no pós-operatório e assim verificarem o potencial para o sucesso da cirurgia de cada um de nós.

 

Através de alterações simples e práticas no pré operatório começamo-nos consciencializar e a prepararmo-nos para as mudanças que os nossos hábitos alimentares irão sofrer. É uma forma de nos “treinar” a comer devagar, mastigando bem os alimentos, com "garfadas" pequenas e espaçadas e assim estarmos motivados a uma escolha de alimentos com qualidade.
Este processo facilitará o pós-operatório, evitando desconfortos e favorecendo a perda de peso saudável, principalmente a massa gorda.

 

A alimentação no pós operatório deve ser de baixo teor calórico, mas ser nutricionalmente completa e fraccionada, ou seja, ingerirmos pequenos volumes várias vezes ao dia.

 

No caso da cirurgia bypass gástrico e banda gástrica existem 3 fases pelo qual a dieta é composta:

 

1ª Fase Dieta Liquida tem duração de 30 dias e a alimentação deve ser totalmente liquida, sem pedaços ou resíduos.


2ª Fase Dieta Pastosa é uma fase de transição com duração de 15 dias sensivelmente, e é importantíssimo que tenhamos aprendido a mastigar bem e comer devagar.


3ª fase Dieta de sólidos da 2ª para a 3ª fase a evolução é gradual até chegarmos a uma alimentação normal. É nesta altura que temos que dar uso aos dentes e não sermos preguiçosos ou apressados em mastigar.sorriso.gif

 

Tenham em atenção que a variedade de alimentos é fundamental para prevenção de deficiências nutricionais é preferivel perder peso mais devagar mas de forma saudável!

Pré-Operatório*

Depois da primeira consulta com o médico cirurgião o obeso é pesado, e é feito o cálculo do IMC (Indice de Massa Corporal). Apartir do resultado do IMC comecerá todo um processo de vários exames e consultas.
Durante esse período pré-operatório haverá uma ampla avaliação, física , psicológica e nutricional.

 

Mas será na primeira consulta com o médico que vos vai operar que terão a oportunidade de esclarecer todas as dúvidas e receios. Não tenham problemas em perguntar, e se não perceberem algo mais técnico peçam para que ele repita de forma que entendam.

 

Lembrem-se que vão sujeitar-se a uma cirurgia e têm todo o direito de serem informados

 

É nessa consulta que serão passados vários exames,e depois de todos os resultados o cirurgião poderá verificar se existe distúrbios hormonais, síndromes genéticas ou adquiridas que causam obesidade, distúrbios metabólicos, estado de tolerância à glicose (diabetes), etc.


Alguns desses exames são:
Análises

Electrocardiograma

Ecografia

Endóscopia

Exame de Função Respiratória

 

Em simultaneo irão ter as consultas de psicóloga. Na consulta de psicologia o perfil do obeso será avaliado, e apesar de não parecer estas consultas são de extrema importância.

 

Em simultaneo será feito também o acompanhamento com a nutricionista. Nesta consulta será data uma dieta com o objectivo de nos re-educar a alimentar-nos e principalmente jpreparar-nos para comer em quantidades reduzidas e mastigar muito bem.

 

Depois de terem os exames médicos todos OK e o aval da parte nutricional e psicologico é só preparar a malinha e esperar que a vossa vez cheguesorriso.gif