Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gorda sim, mas com Humor!

Sou uma Ex-Obesa Morbida e criei este blog apenas para que a minha experiencia possa ajudar e esclarecer quem tambem sofre desta doença

Bypass Gástrico*

 

insisaoabdominal.GIF

 O Bypass Gástrico pode ser feito por via laparoscópica, introduzindo-se umas pinças especiais no abdomen por umas pequenas incisões (vulgarmente chamado de furinhos) ou poderá ser atravéz de uma incisão abdominal (barriga aberta), sempre sob anestesia

vialaparoscopica.GIF

 

Esta cirurgia consiste em fazer um corte numa pequena parte do estomago(a mais alta) onde se cria uma pequena bolsa que será o nosso novo estomago ficando assim com tamanho de aproximadamente 50 ml.

Posteriormente é feito um desvio de cerca de 2 metros de intestino delgado que é ligado ao novo estomago, fazendo assim uma " passagem directa" dos alimentos para o meio do intestino.

Desta forma passa-se a comer menos quantidade, mas obriga a um comportamento alimentar de mastigar bem o alimento, comer lentamente e ingerir pequenas porções de cada vez, apresentando assim um melhor resultado de perda de peso.

Este tipo de cirurgia gera uma má obsorção dos alimentos e uma diminuição na absorção de ferro, calcio e algumas vitaminas.
A carência de ferro, vitaminas ou ácido fólico podem levar a anemía e a carência de cálcio á osteoporose.
No entanto esta falta de vitaminas poderá ser minimizada atravéz de uma dieta bem equilibrada e suplementação de cálcio, ferro e vitaminas.

bypassverde.jpg

 

Embora não haja aumento no risco de doenças na parte desviada do aparelho digestivo, esta será mais facil de ser avaliada atravéz de exames como endoscopia ou radiografia, podendo retardar o diagnostico de alguma doença que por ventura ocorra nesta parte.

Outra complicação do bypass gastrico são as fistulas.
As fistúlas é o vazamento do estomago e/ou instestinos para a cavidade abdominal.
O risco de fistula no estômago é pequeno e com o uso do dreno 90% das fistulas são tratadas.

Também pode surjir a embolia pulmonar que é a obstrução dos vasos pulmonares mas a utilização de anticoagulantes e meias elásticas anti embolismo que comprimimem as pernas do obeso impedindo assim a coagulação sanguínea nesses locais, que são a principal fonte de êmbolos.
Essas meias são mantidas até o obeso se levantar e começar a caminhar.

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.