Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gorda sim, mas com Humor!

Sou uma Ex-Obesa Morbida e criei este blog apenas para que a minha experiencia possa ajudar e esclarecer quem tambem sofre desta doença

[58] Paula Silva

paula silva.jpg

 

 

Nome: Paula Silva

Idade:  38 Anos

Altura: 1,62 cm

Peso: 107 Kg

Situação: Bypass Gástrico

Data do Testemunho: 05.08.2016

 

 

 

Desde criança que comecei uma batalha contra a comida.
Até aos cinco anos fui uma criança magra e comia pouco.
Criada por um pai austero, que começou a insistir e a obrigar-me a comer mais, muito mais.
Recordo episódios às refeições de muito choro e vómitos.
Como tinha um irmão mais velho que comia bem e muito, obrigavam-me a acompanha-lo e a fazer corridas de comida, o prémio; ser o primeiro a terminar.
Talvez tenham sido estes episódios a despoletar na minha mente o meu pior pesadelo e os problemas com a comida.
Recordo-me que com 13 anos pesava 75 kilos e aos 22 pesava 93 kilos, foi sendo uma bola de neve.
Como a minha progenitora tinha um estabelecimento comercial(café), aproveitava e entupia-me em sumos gaseificados, bolos, gelados, doces, comia muito e de tudo.
Não tinha hábitos alimentares corretos, não comia legumes, nem fruta e não fazia exercício físico.
Todo o excesso de peso comprometia-me na escola em atividades com os colegas e amigos, não me despia à frente deles, não conseguia comprar e usar as roupas da moda, tinha vergonha do meu corpo.
Usava roupa larga, para não se notar os “pneus”.
Já era casada e mãe, tentei algumas dietas, mas voltava sempre ao mesmo, no entanto tomava consciência de que não podia continuar assim.
Decidi procurar ajuda, quando me senti limitada, doíam-me as costas e os joelhos, e subir escadas deixava-me sem respiração.
Um dia encontrei uma amiga que tb no passado era obesa e estava linda e magra, radiava um brilho, uma luz.
Ela deu-me a mão e levou-me até ao Doutor Rui Ribeiro, o Doutor que me deu a oportunidade de Renascer.

A ele e a toda a equipe multidisciplinar sou eternamente grata, pois deram-me a ferramenta para chegar onde estou e ser quem sou hoje.
Toda a equipe  tem um papel fundamental no processo, quer pré, quer pós-operatório, a confiança que nos transmitem e a forma como nos preparam é crucial.

Cheguei ao máximo de peso com 107 kilos, o peso com que fui antes de ser submetida ao bypass gástrico.
Depois da cirurgia estabilizei o peso nos 69 kilos.
Não considero que a cirurgia seja dolorosa e acho o processo de recuperação rápido, ou sou eu que sou mais tolerante à dor(risos)
Para mim a parte mais difícil foi mesma a fase dos líquidos(senti muito a falta de mastigar) fome nunca tive.
Segui sempre as orientações da nutricionista, uma pessoa formidável que sempre me ajudou e ainda ajuda, mas que teve uma grande importância para o meu processo de consciencialização e como gosto de chamar “mudar o chip”.
Não precisamos de fazer dieta para o resto da vida, precisamos ter uma alimentação saudável e equilibrada e fazer exercício físico.
Sim, exercício físico aquele monstro de quem me escondia no sofá.
Deixou de ser um pesadelo e é um sonho, um prazer, algo que faço sempre com muita satisfação.
Orgulho-me de dizer que faço Corrida, (tenho a marca de 10kms) e Ginásio quase todos os dias.
Na corrida já fiz provas oficiais (Vitalis-7kms,Meia Maratona Lisboa 6,5km, Corrida Liberdade-5kms) Corrida de Santo António/Cofidis-10 kms) e cortar a meta é uma sensação indescritível.
A Cirurgia mudou a minha vida pessoal, familiar, profissional.
Sou mais confiante, mais persistente, tenho um ego e auto-estima muito elevado, sou mais ativa, tenho muito mais gosto em fazer tudo.
Gosto de incentivar as pessoas a mudar de vida, a se exercitar e a mudar a alimentação, no entanto mais do que ser um exemplo, tento sempre transmitir às pessoas que sofrem desta doença que está na mão de cada um a mudança.
A obesidade é um flagelo, procurem ajuda médica, sejam a mudança que querem ver no mundo.
Palavras que gosto sempre de ter presente e que me ajudaram; Nunca Desistir, Acreditem sempre.

1 comentário

Comentar post