Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Gorda sim, mas com Humor!

Sou uma Ex-Obesa Morbida e criei este blog apenas para que a minha experiencia possa ajudar e esclarecer quem tambem sofre desta doença

[57] Paula Soldado

paula soldado.jpg

 

 

Nome:Paula Soldado

Idade: 49 Anos

Peso: 120 Kg

Situação: Bypass Gástrico

Data  da Cirurgia: Abril de 2014

Data do Testemunho:31.07.2016

 

 

Chamo-me Paula,tenho agora 49 anos e sempre fui obesa.

Desde pequena que carrego o peso e o estigma de ser gorda.

Passei por várias dietas, vários nutricionistas e endocrinologistas, ao ponto de já saber o que me iria ser dito na consulta…apesar de tudo lá ía eu, sempre à espera de um milagre ou de algo de novo.

Tentei de tudo! Em 1996 casei, em 2000 tive o meu primeiro filho e em 2003 tive o segundo. Escusado será dizer que, ao já meu muito peso, ainda acrescentei mais uns quantos quilos.

Em 2007, e já com cerca de 120 kgs, fui finalmente operada e foi colocada a banda gástrica.

Na altura, optei por esta, porque tinha os dois garotos ainda muito pequenos e fiquei com medo.

Passei por todos os percalços próprios e típicos da banda, desde aos vómitos, às regurgitações, engasgamentos… Passei a pesar 85 kgs e estava nas nuvens!

Em 2013, e depois de andar cerca de 2 anos(!) a vomitar e engasgar, lá tomei coragem para ir novamente ao cirurgião, e foi-me lida sentença!

Inflamação da zona do anel, que não deixava passar “normalmente” a comida, o que provocou a dilatação da bolsa e do esófago.

Resultado do meu desleixo na ida às consultas? Nova operação!

Na altura a banda foi completamente alargada, e, escusado será dizer, que o peso disparou. Voltei aos 100kgs! Em cerca de 6 meses… Na mesma proporção em que subia o peso descia a autoestima.

Em Abril de 2014, fui novamente operada, foi retirada a banda gástrica e feita a conversão para bypass gástrico.

Finalmente, ao fim de dois anos da segunda operação, deixei de ser obesa. Estou com 63-64 Kgs, peso considerado “normal”.

Toda a minha vida, desde que me conheço como gente, que luto contra o excesso de peso.

Mesmo agora, continuo a lutar. E porquê? Porque, apesar de ter peso normal, vestir roupas de tamanhos normais, de me poder dar ao luxo de entrar numa loja de roupas e escolher o que gosto e me fica bem em vez de comprar o que me serve, o fantasma do excesso de peso está sempre presente.

Eu olho-me ao espelho e vejo a gorda do antes. Escolho ainda roupa de tamanho grande e vou descendo nos nºs!!!!

Se vale a pena continuar a lutar? Sempre!

Como diz alguém que eu conheço e por quem tenho um carinho e orgulho muito grandes: “Nunca Desistir!”