Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Gorda sim, mas com Humor!

Sou uma Ex-Obesa Morbida e criei este blog apenas para que a minha experiencia possa ajudar e esclarecer quem tambem sofre desta doença

[52] Paula Costa

Paula Clave.jpg

Nome:Paula

Idade:44 Anos

Altura:1.69 cm

Situação: Sleeve Gastrico

Data do Testemunho:07.04.2010

  

Muitas pessoas já me tinham pedido para colocar as fotos do Antes e Depois, mas achei que isso teria mais lógica quando o processo já estivesse numa fase mais estacionária. 

Julgo ser agora a altura certa, embora ainda me encontre a perder peso, só que muito mais lentamente, pelo que o essencial da questão já aqui fica.

  Assim… aqui ficam as fotos das diversas fases do processo, até ao dia de ontem em que completei 1 ano de cirurgia.

 

Convém talvez esclarecer que… 

Sempre fui uma pessoa gorda, comecei dietas aos 9 anos de idade… 

Aos 13 contava as calorias que comia e fazia dietas acompanhadas de anti-depressivos e já pesava mais de 100kg… 

Aos 14 iniciei um hobby em que era boa (e que só abandonei por imperativos da vida pessoal, mas que irei retornar logo que o meu Piolho tenha idade para ficar sozinho em casa!) e que me realizava pessoalmente, o que nunca me deixou espaço para depressões ou tristezas pelo facto de ser gorda. Sempre me dei relativamente bem com o corpo que tinha, sem grandes complexos. 

Aos 18/19 emagreci bastante, não com dietas, mas com o ritmo de vida que levava, muita agitação e pouca dormida… o facto de não parar quieta, ajuda a emagrecer, além de que comia pouco, mas foi essencialmente por não parar quieta que me levou aos 75/78Kg durante uns 2 ou 3 anos 

Casei aos 24 e teria ainda uns 85Kg…. E depois… vida descansada,,, levou-me aos 100kg ou mais, novamente. 

Recomecei com as dietas minhas… de ervanárias… muitas, muitas… e diversas… 

Aos 28/29 fiz uma dieta rigorosíssima com HERBALIFE (desculpem a publicidade Tiago e Sarah, mas tem que ser…) e desci aos 80 novamente. 

Aos 30 divorciei-me e estaria talvez nos 85kg, não sei precisar muito bem.. 

Aos 34 voltei a juntar os trapinhos e estaria nos 90Kg e depois aí foi o descalabro total!!!!!

 

O meu companheiro era adepto de Hambúrgueres e Pizzas …. e entre comida rápida e gravidez…. Cheguei aos 140Kg…. Foi o meu record! Peso do dia do parto do meu piolho! 

Nessa altura (pós-parto) o meu Ginecologista passou-me uma guia para ir ao Hospital Egas Moniz às consultas de Banda Gástrica, mas eu tinha um filho bebé e não tinha tempo para pensar nisso, nem disponibilidade para andar em Hospitais… pensando bem, acho que ainda a devo ter guardada em qualquer gaveta (Desculpe Dr…. Tinha razão…) 

Após a gravidez ainda desci aos 130Kg…. Mas foi sol de pouca dura, como diz o ditado… e passados uns mesinhos largos já estava nos 135Kg à vontade! 

Ao fim de um ano de muito peso, morre o Pai do meu Piolho e em 15 dias perdi 15 kg…. Sim!!! Que a cabeça tem muita influência no nosso estômago! Um filho com 1 ano, uma renda de casa superior ao meu ordenado, entre MUITAS outras despesas,,, carros, mota… ainda bem que tinha trabalho, porque aprendi muito que nem sonhava que pudesse acontecer (e louvo todas as pessoas que ficam sozinhas e não têm sequer trabalho, porque as nossas leis não ajudam) enfim, já passou!

(um conselho vos deixo, se não são casados… e têm bens ou filhos….. casem-se… porque a lei existe, mas como não foi regulamentada não legisla nada e nem o Tribunal vos salva!) 

Mantive-me nos 125/130 por uns meses… E por estas alturas tinha eu 36 anos. 

Durante uns anos fui oscilando entre os 130 e os 140, fazendo dietas, emagrecendo, recuperando, estando já num Endocrinologista e a fazer as dietas acompanhadas….

 

2004 e 2005.jpg

Experimentei de tudo… Reductil…. Xenical… anti-depressivos… dietas de ervanárias….

Até que o meu Endocrinologista me disse que ou eu partia para uma cirurgia, ou não conseguia perder peso…

Mas a lógica era a mesma… eu tinha um filho pequeno, que já não tinha Pai e portanto não poderia ficar sozinho em casa para eu ser internada e fazer uma recuperação pós-operatória.

 

Passaram-se mais uns 2 anos e as complicações foram aumentando, os joelhos chegaram ao limite de nem aguentarem o meu peso para subir um simples degrau….

 

A minha coluna foi-se degradando cada vez mais (já o estava aos 34 quando engravidei, que já não tinha os discos entre as ultimas 3 vértebras… desfizeram-se com o esforço de suportar tanto peso) e já não aguentava dar mais de 20 passos seguidos ou estar mais de 10m de pé, sem apoio….  O Ortopedista dizia que se mais algum disco se fosse, eu poderia contar com uma cadeira de rodas para o resto da vida!

 

Mas eu tinha um Piolho com 7 anos na altura e comecei a pensar que tinha mesmo que haver uma solução…

2006.jpg

O meu Endocrinologista voltou a falar-me numa cirurgia….

Mas eu não gostava da ideia de colocar uma Banda/Objecto dentro de mim. E continuava a ser Mãe sozinha e tinha muito medo de morrer numa mesa de cirurgia e deixar o meu filho sozinho….

 

Até que o meu Endocrinologista encostou-me à parede quando me disse….”pois tem medo de morrer numa de cirurgia e deixar o seu filho sozinho, mas não pensa que um dia com o excesso de peso que tem pode não acordar de manhã e ele fica na mesma sozinho no Mundo. Tem até à próxima consulta em Janeiro de 2008, para tomar uma decisão! Consulte a net, já existem diversas cirurgias diferentes além da Banda. Quando cá voltar, eu quero uma decisão! Porque não valerá a pena continuarmos nestas dietas sem sucesso!” (Estávamos no Verão de 2007) OBRIGADA Dr. Gouveia Falcão!

2007.jpg 

Consultei a net… encontrei o Blog da Gina,  li-o de fio a pavio… fui a um almoço em Sintra... vi os resultados e as pessoas (OBRIGADA GINA por teres feito um blog tão completo) … as duvidas ficaram quase sanadas…

mas continuava com um problema… quem ficava com o meu piolho e como faria a recuperação…

(Amigos a disponibilizarem-se não faltaram… OBRIGADA a TODOS! E um OBRIGADO especial ao Raul e à Mira, amigos e vizinhos que literalmente viveram entre o R/C e o 5º andar durante a minha semana de internamento e as 2 semanas seguintes...).

 

Enfim… cheguei ao dia 15 de Janeiro de 2008 e disse ao Endocrinologista que aceitava partir para um processo de cirurgia… sendo ele da equipa multidisciplinar de Obesidade do Hospital S. Bernardo em Setúbal, encaminhou-me para lá…

 

29 de Janeiro de 2008 – 135Kg - consulta com a Nutricionista – Dra. Lia, uma médica extraordinária que elaborou uma dieta de acordo com a minha pessoa e a minha vida e conseguiu que até ao dia da cirurgia (15/4/2009) eu perdesse 23kg (e não cumpri a dieta a 100%, mas ela perdoava os meus pecados, como ela lhes chama…) OBRIGADA Dra. Lia pelo apoio e disponibilidade (fosse por sms, e-mail, telefone…) e paciência.

2008.jpg

 Daqui até à cirurgia sempre em dieta, foram muitas consultas mensais, desde Nutrição (Dra. Lia), Psicologia (Dra. Margarida), Endocrinologia (Dr. Gouveia Falcão), e Cirurgião (Dr. Luis Cortez) e no internamento tive o apoio constante do cirurgião Dr. Carlos Trindade que não conhecia, mas que teve uma GRANDE paciência comigo e a quem agradeço muito!...  e muitos exames médicos para decisão da cirurgia…

2009.jpg

 10 de Abril de 2009 – 110Kg – Ligam do Hospital para entrar em Dieta Liquida, vou ser operada a 15 de Abril! 

107.jpg

 

15 de Abril de 2009 – Cirurgia

17 abril.jpg

  

 

 

 

19 de Abril de 2009 – Dia de Saída

(após muitos nervos porque o meu filho precisava de mim…. Obrigada Dr. Carlos pela compreensão)

 

 

 

 

 

 

 

 

1ano.jpg

3 clave.jpg

NOTAS:

As fotos do Antes… são de Almoços e Festas de Aniversário do meu trabalho, foram as únicas que arranjei, porque eu tenho o hábito de tirar fotos a todos, mas a mim não… e como a fotógrafa de serviço sou sempre eu…. São as que consegui  arranjar…

No pós-cirurgia é que fui tirando mensalmente (eu não… o meu Piolho!) para depois poder fazer as diferenças. 

Ana Sofia…

Gorda mas não largo a máquina Fotográfica… já sei!!!… não é defeito é feitio! 

Mário Lima

Estás autorizado a tirar as que quiseres para as tuas produções para o Grupo ANTES/DEPOIS da Madalena e para os teus. 

Tiago e Sarah

Se não concordarem com a “publicidade” avisem….

 

As mudanças conseguem-se com os Amigos … a minha teria sido difícil se os não tivesse!

Mas a nossa vontade própria tem que existir!

No meu caso a minha Força de Vontade foi o meu Piolho! Mas todos nós temos alguma!