Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Gorda sim, mas com Humor!

Sou uma Ex-Obesa Morbida e criei este blog apenas para que a minha experiencia possa ajudar e esclarecer quem tambem sofre desta doença

[17] Marisa Leonor

34715_155275611161787_1315648_n.jpg

 

Nome: Marisa Leonor

Idade: 22 Anos
Altura:1,74 cm
Peso Anterior: 128 Kg
Peso Actual: 97 Kg
Situação: Fez Bypass Gástrico 12.06.2007
Data do 1º Testemunho: 09.02.2007
Actualizado a: 14.08.2007

 

 

Olá, espero poder ajudar em algum aspecto pessoas que tenham o mesmo problema que eu, ou seja, a Obesidade mórbida.

Desde que nasci que notaram que era uma criança normal, de aproximadamente 3kg, 53cms, mas que aos 15 dias de vida já dava sinais de asma, doença que infelizmente tem de ser combatida com cortisona (a droga que faz inchar). Até aos 5anos, sempre fui uma criança normal, forte, mas normal, tive uma hepatite, nada de grave, mas que influenciou a minha alimentação… sendo que aos 11anos, com 1m e 64cm e 75kilos, já eram evidentes os primeiros sinais de obesidade. O início da puberdade, com a vinda da menstruação, terá sido outro factor no qual notei alguma diferença (quer tenha influenciado ou não).

Começaram as dietas, idas aos nutricionistas, mas tentativas falhadas… aumentavam os comentários dos miúdos da escola e eu aumentava proporcionalmente… tanto em tamanho como em peso, chegando aos 17anos com 120quilos, valor que veria diminuído para os 100kgs após um ano de dieta. Nessa altura, ocorreu uma menopausa precoce, e a passagem de 100quilos aos 130 ocorreu num instante, e lá fui eu a médicos na esperança de resolver o problema, cujo tratamento passava sempre por dietas e mais dietas. O problema da menstruação, ao fim de 4 anos acabou por se resolver.

Acabei por andar confusa comigo mesma, por ser gorda, por não ter amigos que me aceitassem como eu sou, por não arranjar alguém que realmente gostasse de mim, e não apenas um amigo colorido, daqueles que nos usam e deitam fora como objecto sem valor. Acabei por fim por ter a sorte de encontrar a minha “cara-metade”, e aprendi a amar. Tinha na altura 135Kgs, o que influenciava o meu bem estar no dia a dia, e apesar de poder não mostrar que tinha complexos, o simples olhar no espelho era suficiente para começar a chorar, assim como aumentava a insegurança de perder o meu namorado para alguém esquelético e com beleza física. Ao fim de uns 3 meses de namoro, acabei por descobrir o quanto estava a ser parva, porque ele começou a tratar me como uma rainha e a fazer-me sentir bem da forma como eu era, não obstante comentar comigo sobre a possibilidade de colocação de uma banda gástrica. Na sequência de algumas conversas ele acabou por me dar força e apoio para fazer a banda gástrica, acabando por ir a consultas do cirurgião Dr. John Preto, no hospital S.joão, no Porto. Após alguns exames, o Dr. john fez-me a proposta de fazer um bypass gástrico… se eu já estava motivada antes, ainda passei a ficar mais ainda… Encontro-me em lista de espera há já algum tempo, Em principio irei marcar a operação dia 22 de março. A ansiedade já toma conta de mim, o sistema nervosa a pedir para que seja breve e que não haja contratempos, estou preparada psicologicamente para tudo, venha ela!

Terei o prazer de dar mais notícias entretanto sobre o meu estado clínico, à medida que surjam alterações à minha situação actual.
Mas para quem ler, e que também esteja em lista de espera, não desespere… ou quem ainda não optou pela cirurgia, pense conscientemente e decida a melhor opção.

Caso tenham alguma questão a fazer, ou então simplesmente queiram trocar ideias, opiniões, ou simplesmente conversar, estejam à vontade para mandar e-mail, ou adicionar-me ao MSN: bolinha_de_sabao@msn.com

 

sorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gifsorriso.gif

14.08.2007

 

Olá...
venho continuar o testemunho que outrora fiz, nessa altura ainda com os meus 127quilos. A cirurgia custou a chegar mas chegou finalmente…
Fui operada a dia 12 de Junho, já lá vão 2 meses e já tenho menos 30 quilinhos.
Estou super contente com os resultados e muito mais entusiasmada pela recuperação que tive, como toda a gente sabe a cirurgia não é pêra doce, e a minha não foi excepção, ao fim de 8horas no bloco operatório, e com riscos altíssimos das coisas ficarem negras, que ficaram (eu não lembro de nada, estava a dormir profundamente) até que os dias no hospital correram as mil maravilhas. Sempre contente, sem dores, nem uma simples cólica…
Como já disse, já lá vão 2 meses e já sinto que foram 5 ou 6,já não me lembro do medo que tive, da ansiedade, só sei que não me canso a andar, a correr e ate a subir escadas, como á poucos meses atráz…

Sinto-me uma nova pessoa, sem medo de enfrentar o mundo! Sim fiquei a ver as coisas com outros olhos, com mais confiança, sem receio de sair a rua, sem medo de olhar ao espelho e claro sem medo de subir a balança.

Confiança! Ganhei confiança em mim…E é essa confiança que vai fazer com que ao fim do primeiro ano após cirurgia eu tenha o peso que os médicos me indicaram, 75kilos, já faltaram muitos mais, mas a luta contra a comida já passou, porquê, porque senti algo que nunca tinha sentido na vida, pelo menos que me lembre, A sensação de estar cheia, sem fome, é uma sensação tão boa...

E claro, Agradeço todo o apoio da Gina neste meu RENASCER, e claro às pessoas que sempre acreditaram que eu ía conseguir, ao meu namorado, e claro aos meus pais, que sofreram bastante com a minha decisão e nunca me deixaram de apoiar, aos meus amigos que ainda hoje me incentivam, a todos eles um grande beijo.

E a vocês, que pensam em fazer as cirurgias ou dietas força, não deixem que nada nem ninguém vos deite a baixo, nunca, mas nunca DESISTAM, eu também lutei pela vida, e HOJE sorrio quando olho ao espelho.. deixei de chorar!